Queda de Cabelo Feminino

Geralmente a queda de cabelo feminino está relacionada ao mal uso da chapinha e do secador de cabelos, além da má alimentação e dos maus hábitos.

Artigo publicado por Bruna Lunardi nas categorias: Cabelo

É comum andarmos pela casa e nos depararmos com inúmeros fios de cabelo espalhados pelo chão, principalmente se tivermos cabelos longos. Os ralos também ficam lotados de fios, assim como as escovas e as esponjas. Muitas mulheres ficam desesperadas ao se darem conta dessas situações, porém, geralmente, fazem parte do ciclo natural dos cabelos e somente um dermatologista poderá analisar se essa queda é natural ou disfuncional, causada por falta de algum nutriente ou alguma patologia mais grave. Portanto, entenda um pouco mais sobre a queda de cabelo feminina:

queda-de-cabelo-feminino

Queda Natural ou Disfuncional?

Em primeiro lugar, saiba que, normalmente, perdemos entre 100 e 150 fios de cabelo por dia e eles serão rapidamente repostos pelo nosso organismo. Desse modo, se você tem cabelo escuro e comprido, é completamente comum que haja muitos fios pelo chão, ralos e esponjas da sua casa. Mas se você está preocupada, procure por um bom dermatologista, que na hora da consulta ele fará exames preliminares no seu couro cabeludo e puxará um tufo de fios para quantificar a queda. Se ele tiver alguma suspeita de queda disfuncional, pedirá exames complementares a serem realizados em laboratório.

Principais Causas da Queda de Cabelo Feminina

Normalmente, a queda de cabelo acontece por falta de nutrientes no organismo. Como a única função dos cabelos é proteger o couro cabeludo, quando há poucos nutrientes, o organismo os usa para as funções vitais e envia somente o que sobrar para o couro, o que não pode ser o suficiente para segurar os fios nele. Em alguns casos, a alopecia, outro nome para a queda capilar, é causada por fatores genéticos.

Outra razão pode ser o uso excessivo de chapinhas, secadores e água muito quentes. Eles acabam com os fios, deixando-os ressecados e frágeis, propensos a caírem. Se você costuma prender muito os cabelos, solte-os de vez em quando para que não caiam. Produtos químicos utilizados para coloração, alisamento e permanente devem ter boa procedência e serem utilizados por cabeleireiras experientes, ou poderão judiar dos fios.

Porém, se o problema for causado por algum distúrbio ou doença, os principais são a anemia, tireóide, alterações hormonais (TPM, gravidez, pós-parto, amamentação e menopausa), alopecia areata e infecções que causam febres altas. O estresse e a depressão também podem ser grandes inimigos dos seus fios, portanto, tente se acalmar.

Alguns medicamentos como a heparina, a varfarina, o carbimazol, o propiltioracila, a isotretinoína, a vitamina A, o lítio, a acitretina, os betabloqueadores, a colchicina, as anfetaminas e medicamentos para o câncer provocam a queda capilar.

Tratamentos para Queda de Cabelo Feminina

Cada caso merecerá o tratamento adequado de acordo com a sua causa, afinal, são várias. Se é causada pela falta de nutrientes, o médico recomendará os necessários para completar a sua dieta. Se for o uso excessivo de produtos químicos, da chapinha ou do secador, serão feitas orientações necessárias.

Caso contrário, serão receitados medicamentos ou xampus específicos para o seu tipo de queda capilar a fim de que ela cesse e novos fios comecem a nascer. Mas se for o caso de alopecia, será preciso fazer implantes capilares ou será recomendado o uso de perucas para que você se sinta melhor.

Bruna Lunardi

Autora

Bruna Lunardi tem 55 anos e trabalha com métodos faciais convencionais e alternativos há mais de 20 anos.



Comente!




*Campos obrigatórios